Residência Santa Júlia: acolhimento, carinho e profissionalismo

Conheça a Residência Santa Júlia no HagahAlegre simplicidade, Bondade e firmeza
Competência profissional como dever de justiça
Hospitalidade como acolhida do outro e atenção aos detalhes.
Respeito à dignidade da pessoa como filha de Deus.

     O exercício de conviver com diferentes pessoas e diferentes rotinas, bem como participar de atividades, ajuda a envelhecer com mais qualidade de vida. Esse é um dos principais objetivos da Residência Santa Júlia, mantida pela Associação Notre Dame, que acolhe hoje 57 senhoras em um ambiente com espaço totalmente ampliado, moderno, na busca contínua por atender às necessidades de suas Residentes com conforto e acolhimento.

     A Residência Santa Júlia foi fundada em 13 de maio de 2004. Iniciava-se o serviço de ILPI (Instituição de Longa Permanência de Idosas) para 14 senhoras. O trabalho foi atendendo as necessidades de  forma tão eficiente que ocasionou o aumento da demanda. As  Irmãs, então, decidiram por ampliar as instalações para acolher novas Residentes.  

     Em 18 de dezembro de 2013 foi inaugurada a nova ala da Residência Santa Júlia gerando mais vagas para a comunidade.

     Com as novas instalações vieram investimentos no aprimoramento dos serviços prestados e foco na Gestão de Pessoas. O trabalho voltou-se para o desenvolvimento de pessoas e melhorias contínua nos processos. O quadro de colaboradores e de lideranças foi ampliado a fim de oferecer mais qualidade nos serviços oferecidos às senhoras Residentes da Santa Júlia.

 

ROTINA QUALIFICADA VOLTADA PARA O BEM ESTAR

     A equipe conta com uma Enfermeira que coordena os serviços de enfermagem e cuidado e três enfermeiras na assistência, distribuindo a jornada de trabalho das 7h às 21h45. Cada enfermeira supervisiona um grupo de Residentes o que proporciona uma aproximação maior com a Residente e sua família. “Não queremos de forma alguma que sejam tratadas como número. Cada uma tem uma história de vida e necessidades diferentes”, diz a diretora da Casa, a pedagoga e administradora Iliane Pereira.

 

SERVIÇOS PRESTADOS

  • Horário livre para visitas, entrada e saída de Residentes;
  • Atendimento de enfermagem 24h;       
  • Nutricionista: Avaliação Nutricional - Alimentação programada com 6 refeições: Desjejum, colação, almoço,lanche, jantar e ceia);
  • Serviços de:  Fisioterapia coletiva, Terapia Ocupacional, Musicoterapia e Atividades Manuais e Recreativas;
  • Serviço Social – assistência às famílias e assessoria à Instituição;
  • SOS Unimed 24h;
  • Médica Geriatra (uma vez na semana);
  • Lavanderia;
  • TV a cabo nos ambientes coletivos;
  • Roupa de cama e banho;
  • Acompanhamento espiritual e celebrações religiosas.

 

Acolhidas em uma nova realidade

     Tomar a decisão por institucionalizar a mãe, não é tarefa fácil. Talvez não seja a decisão desejada, mas sim, a necessária para o momento. 

     “Envelhecer não pode ser sinônimo de rigidez, de fechamento”, é o que afirma a diretora Iliane. Ela diz que podemos aprender coisas novas, nos tornarmos pessoas melhores, sermos desafiados mesmo na velhice. Iliane explica que do ponto de vista econômico, de modo geral as pessoas não se preparam para envelhecer. “Não temos a cultura de programarmos uma situação econômica preventiva para essa etapa da vida, seja com economias e/ou com investimento na preservação da saúde. Nossas escolas têm o desafio de ensinar a gerir os recursos de modo sustentável e adquirir hábitos saudáveis para que nossos futuros idosos tenham maior qualidade de vida. “As políticas de aposentadoria e de cuidado com o idoso são precárias e insuficientes”, explica. Por outro lado, afirma que, aprender o desapego é importantíssimo pois isso deixa o ser humano mais leve e preparado para enfrentar as adversidades. Investir no desenvolvimento pessoal é tão importante quanto acumular canudos ou currículos com eximias experiências profissionais. “O autoconhecimento, a capacidade de amar e ser amado com certeza é fundamental para ter uma velhice mais saudável e feliz”, diz.

 

SEGURANÇA E BONS CUIDADOS

     “Sair de sua casa e iniciar uma nova etapa não é uma adaptação fácil para ninguém, nem para nós, que atuamos na área”, avalia a diretora da Residência Santa Júlia, Iliane Pereira. Mas, tudo o que um filho/a espera é a segurança de ter sua mãe bem cuidada no que é fundamental para sua qualidade de vida: medicação certa, na hora certa e com os devidos registros, uma boa higiene, uma alimentação saudável e adequada, conforto, acolhida e estímulo para caminhar, conversar e interagir com o grupo e principalmente sentir-se amada e respeitada em sua dignidade.  “Isso requer uma equipe multidisciplinar harmonizada, profissional, ética, transparente e comprometida com as responsabilidades e a missão que lhes foi confiada”, finaliza a diretora informando que tudo isso é meta contínua na Residência Santa Júlia para viver o seu lema “Compromisso com a vida na excelência do cuidado”.

 

RESIDÊNCIA SANTA JÚLIA, estabelecida em Canoas - RS, na Rua Governador Roberto Silveira, nº 04, mantida pela Associação Notre Dame