Intercâmbio de Pesquisa e Metodologia Científica

SALÃO CIENTÍFICO

O Salão Científico, promovido anualmente, é um projeto desenvolvido pelos alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio que possibilita a vivência da aprendizagem dentro da metodologia científica e colaborativa.  O processo inicia em sala de aula, quando alunos e professores, escolhem uma linha de pesquisa para aliar a teoria e a prática.

O resultado dos trabalhos é apresentado inicialmente à comunidade escolar e, posteriormente, os projetos são inscritos e apresentados em instâncias externas parceiras e/ou com as quais o Colégio Maria Auxiliadora tem protocolo de cooperação (universidades e institutos politécnicos), entre eles:

- Salão Jovem UFRGS - é uma atividade de cunho científico-tecnológico-cultural, que promove o diálogo entre os alunos da Educação Básica e da Educação Profissional Técnica de Nível Médio e a comunidade em geral, a partir da exposição das pesquisas desenvolvidas no ambiente educacional.  Objetiva: divulgar pesquisas realizadas pelos alunos; incentivar a investigação científica no contexto educacional; possibilitar a integração entre a universidade e comunidade escolar; estimular o desenvolvimento de atividades de cunho científico e tecnológico para alunos e professores.

- UERGS – oferece suporte técnico e científico e parceria com cursos a nível de pós-graduação para professores da Rede Notre Dame.

- Universidade de Coimbra – possibilidade de intercâmbio internacional de pesquisa.A universidade abre suas portas para os alunos apresentarem trabalhos de pesquisa que são avaliados por investigadores e professores portugueses. Ainda, dentro do Programa Open Day, os alunos têm a oportunidade de conhecer algumas atividades propostas na Universidade e visitar as dependências.

- IEC (Instituto de Educação e Cidadania de Mamarrosa - Portugal) – disponibiliza apoio técnico, científico e de divulgação científica ao Colégio Maria Auxiliadora, numa perspectiva de partilha de conhecimentos, tendo em vista o reforço cultural e do ensino experimental das ciências e a sua divulgação. O CMA também colabora em programas do IEC, nomeadamente através da participação dos alunos e professores.  Maiores informações: www.educacao-e-cidadania.pt

- AWISHE (Association for World Innovation in Science and Health Education) – é uma associação privada sem fins lucrativos que pretende servir de alicerce a vários projetos em educação para a Ciência e Saúde. Objetiva: dinamizar ações de sensibilização e formação sobre temáticas de ciência e saúde; desenvolver ações pedagógicas para crianças, jovens e adultos; criar uma ligação permanente com programas educacionais ou culturais; promover a formação de Comunidades de Aprendizagem Colaborativa, a nível nacional e internacional; promover o acesso à informação, às oportunidades de educação, formação e desenvolvimento.

- ICATE (Infection Control Awareness Throught Education) - é um programa de sensibilização para o controle de infeção através da educação, desenvolvido pela AWISHE. É um programa multidisciplinar, que une esforços na formação de professores em três temas bases na saúde mundial: VIH/SIDA, Malária e Tuberculose. Através de Comunidades de Aprendizagem Colaborativa promove o acesso generalizado à informação nestes temas, estabelecendo a ponte entre instituições de ensino e a comunidade. Maiores informações:  http://awishe.wixsite.com/awishe/copia-sobre-about

- APECS (Association of Polar Early Career Scientists) – é uma organi­zação internacional e transdisciplinar, com mais de 6 mil membros, dedicada à formação de novas lide­ranças em ciência polar e educação.Entre os principais objetivos da APECS-Brasil estão: estimular a colaboração entre pesquisadores do Brasil e do exterior; incentivar a formação de futuros líderes em educação, governança, pesquisa, gestão da ciência e divulgação científica; participar ativamente da tomada de decisões pelos órgãos que coordenam a pesquisa cien­tífica do mar e polar brasileira, defendendo a inclusão de oportunidades para pesquisadores e educadores em início de carreira; promover a divulgação, gestão e comunicação da ciência nos diversos setores da sociedade, sem custos para os envolvidos; promover a participação de todos os setores de ensino, pesquisa e extensão nas atividades propostas pela APECS-Brasil, sem custos para os envolvidos.