Criar e Brincar com a Imaginação

Trabalhando com o “centro de interesses” da turma 032 da Educação Infantil, descobrimos variadas habilidades nos alunos em trabalhar com materiais “não estruturados”, foi só lhes dar alguns objetos e pronto, tudo se transformou em brincadeira. A criança é assim, uma tempestade de ideias, simbolismos, criatividade e emoção.

O brincar com materiais não estruturados possibilita o desenvolvimento da inteligência e damos a oportunidade da criança explorar suas habilidades criativas que tem relação com aprendizagens já consolidadas. Durante o momento de construção do brincar com os materiais colhidos do “recanto ecológico”, como: folhas, gravetos, sementes e pinhas, a professora foi fazendo intervenções com relação a conceitos utilizados nas aprendizagens mais sistemáticas, como: a quantidade de miçangas a serem usadas, os centímetros do um barbante que irão anexar no graveto, as relações entre muito e pouco, maior e menor, em cima e embaixo…

A Atividade exigiu das crianças, estruturar seu próprio móbile da natureza, móbile de miçangas e o personagem Pinóquio, permitiu que algumas funções cognitivas fossem estimuladas, pois para estruturar-se eles precisaram organização, planejamento, flexibilidade cognitiva, criatividade, manutenção da atenção, memória operacional e diversas outras capacidades mentais. Veja as fotos das atividades.


Confecção do personagem Pinóquio

 

costurando as miçangas no tecido de “estopa”(uso de linha de nylon)